[Review] Duck Souls+, um multiplataforma desafiador

[Review] Duck Souls+, um multiplataforma desafiador

30 de janeiro de 2022 2 Por opatovelho

Duck Souls+ é um daqueles jogos que exigem do player que se adquira um pouco de habilidade para que seja possível passar suas fases. Com uma mecânica simples de pulos e dashs, o jogador deve progredir pelo mapa e desviar de obstáculos e armadilhas.

O jogo possui dois níveis de dificuldade e a única diferença entre eles é que no modo fácil existem checkpoints em locais específicos da fase que permitem ao jogador retornar a partir deste ponto caso morra. Já no modo difícil, quando o jogador morre é necessário reiniciar todo o progresso no estágio.

Aapesar de em alguns momentos eu me pegar procurando o personagem (um patinho) pela tela por conta de suas cores serem similares a certas partes do mapa, o estilo artístico simples e em pixel art não deixa nada a desejar,

E por falar em estilo, não posso deixar de comentar sobre os chapéus que são liberados de acordo com o seu progresso no jogo. Além da sensação de desafio cumprido, você pode ter a sensação de ser um patinho estiloso.

Alguns chapéus disponíveis em Duck Souls+

As músicas são muito agradáveis e aparentemente possuem referências a musicais de outros games. Posso estar enganado ou ser apenas coincidência, mas durante a gameplay músicas de outros dois jogos passaram por minha mente.

O jogo está todo em português do Brasil então não deixe de ler as plaquinhas que estão no início de cada estágio. Tais plaquinhas possuem frases que muitas vezes parecem não fazer sentido e outras vão ativar o modo Steve Rogers em você instantaneamente.

Referência a Star Wars em Duck Souls+

Levei cerca de quatro horas para passar todos os leveis e em nenhum momento senti que o jogo estava repetitivo. Então para aqueles que gostam de um bom desafio, Duck Souls+ é uma boa opção.